DIÁLISE PERITONEAL



Apresentação

História da ADRNP

Instalações

Órgãos Sociais

 
Iniciativas
Boletim Informativo
 
Pioneiros da Diálise
Função Renal
Insuficiência Renal
Hemodiálise
Princípio da D.P.C.A.
Diálise Peritoneal Contínua Ambulatória
Diálise Peritoneal Automática
Transplante Renal
Prevenção

Alimentação

 
Centros de Diálise
Centros de Histocompatibilidade
Fundação Renal Portuguesa
Unidades de Transplante
Doação de Órgãos
Legislação

Reinvindicações



 


UMA ALTERNATIVA À HEMODIÁLISE

DPCA - Diálise Peritoneal Contínua Ambulatória

A D.P.C.A. - (Diálise Peritoneal Contínua Ambulatória), é um tratamento substituto da nossa função renal, e tem como objectico o mesmo que a hemodiálise, consiste em eliminar o sangue de todas as impurezas e excesso de água, sem ter de sair para fora do corpo, utilizando como filtro a membrana peritoneal, (Figura 1). Para este tipo de tratamento, como atrás se referiu e a figura o mostra, é necessário a colocação no abdómen de um catéter (tubo plástico), que tem por função ligar as bolsas plásticas flexíveis, descartáveis, constando de uma bolsa com a solução de Diálise e outra vazia, (figura 2), para ser usada para drenagem da solução contida na cavidade peritoneal.

Este tipo de tratamento consiste em o paciente fazer a infusão e drenagem do líquido de diálise (Figura 1 e 2), de 4 a 6 horas e 4 vezes ao dia e sete dias por semana de acordo com a indicação médica.

Estas e outras técnicas os Insuficientes Renais devem calmamente discutir e aconselhar-se com o seu médico e com a sua família, qual dos tratamentos disponíveis deverá ser utilizado perante o seu caso.


Figura 1

Figura 2


As diversas etapas D.P.C.A.


 

 

 

Associação dos Doentes Renais do Norte de Portugal
2006